Santuário do Caraça, 06 de março de 2013

Sempre com pressa, veio ao mundo algumas semanas antes do previsto, e lhe chamamos de Lucas, acrescentando nossos sobrenomes Magalhães e Karam. Ofereceu-nos uma nova perspectiva e assim nos tornamos pai e mãe.

Desde o primeiro momento em que fitamos seus grandes olhos brilhantes, nos ensinou a amar numa dimensão nunca antes imaginada e, tocados por este amor, aprendemos a vislumbrar na vida um valor que descobrimos tantas vezes ter negligenciado. A vida agora ganhara um sentido, e cada dia tornou-se um presente que desembrulhávamos gratos por tê-lo recebido.

Momentos de angústias passamos com receio de perder o presente. Mas, atraídos pela imensidão deste amor, fortificamos os laços e desatamos os nós.

E assim o tempo passou…

Reaprendemos a arte de caminhar em seus primeiros passos e nos transformamos em papai e mamãe. Intenso mundo de brincadeiras, sonhos e magia se descortinou diante de nós. O tempo parecia curto para tanta vida. E a vida tornou-se feliz porque sabíamos que era.

De repente percebemos que este amor não cabia em si mesmo. Nossa casa era pequena demais para contê-lo. E os olhos deste menino que chamamos de Lucas transbordaram seu brilho pelos horizontes, inundando tantos corações, fazendo tantas amizades e reunindo tantos olhares que, para apreendermos tanto amor, tivemos de entender sua ampla negação dos preconceitos e das fronteiras. O mundo tornou-se um só e todos nele se abraçaram.

Novamente, de repente, quando achávamos que tínhamos tudo aprendido, esse menino que chamamos de filho e chamamos de Lucas, recebeu um chamado que não pôde negar. E aí percebemos sua verdadeira dimensão e a urgência de novos caminhos trilhar para poder alcançá-la.

Hoje, sob o brilho dos seus olhos, Lucas, permanecemos de pé, ansiosos por refleti-lo em todas as direções que pudermos espalhá-lo, para nos sentirmos dignos deste amor e, depois do anoitecer de nossas vidas, nele enfim mergulharmos.

Dos seus pais que sempre vão te amar.

Como Nasceu?

A Associação Lucas Magalhães Karam – CASA LUCAS – surgiu em Belo Horizonte, aos 02/03/2013, como forma de preencher o vazio causado pela partida do menino Lucas, e de estender a outras crianças todo o amor que seus idealizadores (pais, tios e avós) com ele aprenderam.